Revista Musear

Apresentação

Porque Musear?

“Musear” não é um verbo, mas poderia ser. De certa forma, esse verbo inexistente tem sido inventado pela ampla comunidade de instituições e agentes que formam e conformam o campo museal. Poderia significar “viver museus” – em todos os sentidos. No sentido “visitar museus”; no sentido “fazer museus”; e também no sentido “pensar museus”. É este último o sentido que se aplica ao título de nossa revista: “pensar museus”, porque é esta a atividade primeira de todos os que, imaginamos, circularão em torno dessa nova publicação eletrônica. Pessoas que têm nos museus seu campo profissional, tema de reflexão, objeto de pesquisa. Ou, simplesmente, motivo de paixão.

“Musear”, se fosse verbo, então, significaria “pensar museus”. Não é por outro motivo que esta nova publicação surge como desdobramento das atividades de um igualmente novo curso de Museologia, o da Universidade Federal de Ouro Preto. “Musear – Revista do Curso de Museologia da Universidade Federal de Ouro Preto” tem como objetivo primeiro e maior ser um veículo de expressão e debate para a comunidade que gravita em torno de nossa comunidade acadêmica. Nós, editores, pretendemos que suas páginas virtuais sejam, antes de mais nada, vetor de idéias plurais sobre Museus, Patrimônio Cultural, Museologia, e todos os problemas e possibilidades que decorrem dessas temáticas.

“Musear”, verbo inventado, só pode ser conjugado em seus tempos plurais. Como esse verbo inexistente-inventado, “Musear – Revista do Curso de Museologia da Universidade Federal de Ouro Preto” espera que a pluralidade – de temas, estilos, opiniões – seja também sua primeira e principal característica. E que seja conjugada pela comunidade museal.

Ouro Preto, maio de 2011
Os Editores